Dicas de alimentação e exercícios saudáveis

Com a chegada do verão, aumentam as preocupações com os cuidados com o corpo e a busca por dicas de alimentação e exercícios saudáveis.

Em uma rápida busca pela internet encontramos diversas fontes sobre o assunto, alguma confiáveis, outras nem tanto. Para ajudar um pouco nesta tarefa e exibir aqui as melhores opções, elaboramos um texto com diversas alternativas.

2

Como se alimentar de forma saudável e realizar exercícios

Seja para emagrecer, manter a forma ou corrigir problemas de saúde, a combinação entre alimentação saudável e exercícios vem ganhando cada vez mais força em nosso dia-a-dia. Mas como aliar estes dois elementos, algumas vezes tão divergentes?

Inicialmente, é fundamental se atentar à importância dos carboidratos para a obtenção de uma alimentação e exercícios saudáveis. Por sua importância, este tipo de alimento deve estar presente em 60% das refeições do dia, como almoço e desjejum, pois é uma considerável forte de energia.

eggs-1467286_640

As proteínas também devem fazer parte do cardápio em todas as refeições: no café da manhã (leite ou derivados, peito de peru ou ovos), almoço e jantar (carnes, ovos ou peixes, por exemplo).

Estes alimentos fornecem aminoácidos essenciais para a recuperação das fibras musculares após a realização de exercícios físicos.

Frutas e legumes também não podem ficar de fora do cardápio, devendo fazer parte de praticamente todas as refeições. Estes itens ajudam na recuperação de vitaminas e minerais perdidos durante a realização de atividades físicas.

Cuidados para evitar o desgaste na prática de exercícios físicos

Manter uma alimentação e exercícios físicos saudáveis é importante para o alcance de uma melhor qualidade de vida. No entanto, antes de alterar toda a sua dieta e sair por aí se exercitando é necessário tomar alguns cuidados.

Um deles é com a hidratação. Exercícios aeróbicos, como corrida ou ginástica costumam registrar um grande consumo de água e a perda de minerais. Para isso, é importante consumir água, sucos e bebidas isotônicas que equilibrem os níveis de sais minerais no corpo.

Procure se alimentar regularmente. Mesmo que seu objetivo não seja perder peso, e sim manter a saúde em dia, é importante tentar consumir alimentos a cada quatro horas.

O jejum prolongado consume substâncias importantes que são utilizadas durante a prática de exercícios físicos. Por isso, ao permanecer sem comer por longos períodos, é grande o risco de ocorrer lesões ou até mesmo problemas de saúde em médio ou longo prazo.

4

É fundamental ainda que sua última refeição antes de se exercitar não tenha ocorrido em um período superior a quatro horas. Não tem tempo de tomar um bom café ou vai para a academia ou praticar sua corrida um pouco antes de ir ao trabalho? Aposte em alimentos leves, como frutas, e não esqueça da hidratação.

A água de coco, por exemplo, é uma boa alternativa para hidratar o corpo, e pode ser consumida antes ou durante o exercício.

Eleve o consumo de fibras, alimentos integrais como arroz, pão, lentilha ou feijão, folhas, frutas com casca comestíveis e também o bagaço e vegetais em geral.

Um cuidado importante aqui é evitar o uso desnecessário de laxantes e diuréticos. Estes produtos promovem forte perda de líquidos, causando desidratação.

Embora algumas pessoas acreditem que eles contribuem para o emagrecimento, principalmente em curto prazo, no decorrer do tempo pode acontecer uma grande perda de líquidos.

Dicas para manter uma alimentação saudável fora de casa

Manter hábitos saudáveis fora de casa é muito difícil, pois vemos à nossa volta diversas tentações, como doces, petiscos ou alimentos visualmente convidativos, porém com pouco valor nutricional.

Uma recomendação para combinar alimentação e exercícios saudáveis, a recomendação é que seja escolhida uma única opção: por exemplo, dê prioridade a entradas, pratos elaborados com molhos e sobremesas, porém consuma com moderação.

Mastigue muito bem os alimentos. Além de facilitar a digestão, você vai transmitir a seu cérebro a mensagem de que está satisfeito, diminuindo a quantidade de alimento a ser ingerido.

sandwich-498379_640

Beba muita água, cerca de dois litros por dia. Esta quantidade garante a hidratação e limpa o corpo das toxinas absorvidas com o consumo de alguns alimentos.

Na hora de comer queijos, tão comuns em restaurantes por quilo, por exemplo, dê preferência aos queijos brancos. Quanto mais amarelo for o produto, maior sua concentração de gordura.

Caso vá sair para jantar fora, por exemplo, opte por pratos que contenham menor quantidade de carboidratos.

Durante o dia, nosso metabolismo funciona mais rapidamente, consumindo estes produtos mais rapidamente.

No entanto, durante a noite, quando o corpo diminuir o ritmo de funcionamento, se preparando para o descanso, a digestão e o consumo dos carboidratos é um pouco mais lenta, transformando estes alimentos em gordura, ao invés de energia, como ocorre durante o dia.

Outra dica importante é evitar o consumo excessivo de líquidos durante as refeições. Embora acompanhamentos como sucos, bebidas alcóolicas ou refrigerantes sejam comuns em refeições, seu excesso dilui o suco gástrico, distendendo as paredes do estômago e sobrecarregando todo o intestino, prejudicando assim a absorção dos nutrientes.

Matéria do Blog Simplesmente Linda – Direitos reservados

Meninas olhe esse Ebook maravilhoso! Super indico!

Ebook 2101 Receitas Fit

São 101 receitas fit em 5 categorias para atender todas as necessidades. Celíacos, intolerantes à lactose, vegetarianos, ganho de massa e perda de peso.

São 101 receitas fitness criteriosamente selecionadas de doces, massas, sucos, biscoitos, peixes, carnes e muito mais. Cada uma deliciosamente mais saudável que a outra!

Clique aqui

Depoimentos

Clique aqui e saiba mais.